Páginas

sábado, 20 de novembro de 2010


Minha poesia é um canto
de um canto do mundo que
eu desconheço, mas que sinto.

Escrevo por distração
como quem
precisa dormir.

Anoiteceu nos meus
olhos, e eu percebi
que pequenas mudanças
mudam tudo,
e que o meu coração
não mais releva o que
a sua falta revela.

Às vezes me sinto criança,
e toda criança tem o seu
lado mundo, um jeito de
quem tenta colher o horizonte,

de quem sabe dar uma volta ao redor do sol
sem precisar de 365 dias, e de quem encontra
dentro do vento, um lugar para descansar
e fica a ver a vida passeando nas
asas de uma borboleta...



6 comentários:

  1. putaqueopariu
    que lindo Derywendell

    ResponderExcluir
  2. ooooooooo
    Débis,como eu havia dito
    você é classuda
    rsrs...
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Porra Derão, tá tão lindo que nem parece que foi vc quem fez... parece coisa de gente com talento ^^
    Sério Dery, tá lindão, gostei muito...
    Você deveria investir mais nessa sua área poeta ^^

    ResponderExcluir
  4. Diu,é porque tem um lado meu que não tem nenhum talento,rsrsr
    mas tem outro que tem e este não pertence a mim...
    aisudiduaidus
    (filosofando)

    ResponderExcluir
  5. derinhoooooo..tu é massa demais...

    ResponderExcluir